terça-feira, janeiro 09, 2007

Um teste

Um tema de discussão permanente na cultura ocidental, desde o Iluminismo, é a inimizade entre religião e progresso científico. Para testar seu conhecimento sobre o quanto essa idéia é difundida, foi criado o teste abaixo. As respostas estão no final, mas tente não consultá-las.
1. Quando Galileu enfrentou a Inquisição, ele manteve a opinião de que a Terra se movia em torno do Sol, enquanto que a Inquisição acreditava que o Sol se movia em torno da Terra. De acordo com a ciência moderna:
a) A Inquisição estava correta;
b) Galileu estava correto;
c) Nenhum deles estava, nem mais nem menos certo do que o outro. 2. Colombo teve de lutar contra a doutrina Católica estabelecida de que a Terra era achatada, antes de conseguir persuadir alguém a apoiá-lo em sua tentativa de alcançar as Índias em 1492:
a) Verdadeiro;
b) Falso.
3. A Igreja Católica afirma que:
a) O ensino da teoria da evolução é pecado;
b) A idéia da evolução é perfeitamente compatível com a doutrina
Católica.
4. O modelo geométrico do sistema solar era um importante elemento da doutrina cristã porque ele dava ao homem um lugar importante, o centro do universo:
a) Verdadeiro;
b) Falso.
5. Kepler endossava a idéia de um sistema solar heliocêntrico com base em princípios objetivos e científicos e não com base em crenças
religiosas:
a) Verdadeiro;
b) Falso.
6. Todo mundo sabe que a religião é inimiga do pensamento científico, como evidenciado por tantos grandes cientistas ateus. Identifique os ateus na seguinte lista:
a) Aristóteles;
b) Francis Bacon;
c) Galileu;
d) Descartes;
e) Pascal;
f) Newton;
g) Robert Boyle;
h) Michael Faraday;
i) James Clerk Maxwell;
j) Gregor Mendel;
k) Louis Pasteur;
l) Max Plank;
m) Albert Einstein.
7. De acordo com o Dalai Lama, quando a ciência contradiz o Budismo:
a) A ciência deve estar errada;
b) As palavras de Buda devem ser corrigidas.
8. A revolução científica substituiu a visão de mundo da Idade Média, que era baseada quase inteiramente na fé, por uma visão de mundo na qual a fé não tem nenhum (ou tem um pequeno) papel:
a) Verdadeiro;
b) Falso.
Respostas
1. c. Como Alfred North Whitehead diz: “Galileu dizia que a Terra se movia e que o Sol estava fixo; a Inquisição dizia que a Terra era fixa e que o Sol se movia; os astrônomos newtonianos disseram que ambos se moviam. Mas, atualmente, dizemos que ambas as afirmações são verdadeiras, desde que se defina o sentido de ‘repouso’ e de ‘movimento’ de acordo com a afirmação adotada”. (1967 [1925], Science and the Modern World, The Free Press: New York, pp. 183–184).

2. Falso. Era amplamente aceito na Idade Média de que a Terra era redonda. A idéia de que o homem medieval geralmente acreditava que ela era achatada foi inventada no século XIX:
http://www.ku.edu/~medieval/melcher/19991101.med/msg00361.html.
Veja também: Eco, U. (1998) Serendipities: Language and Lunacy, Harcourt Brace & Company: San Diego, pp. 4–7.
3. b.
4. Falso. A Igreja adotou essa idéia de Aristóteles, que a fundamentou a partir de sua visão do mundo natural como um organismo. Collingwood diz que a noção de que a importância da revolução copernicana consistiu em diminuir a importância do homem no universo “é uma idéia tanto filosoficamente idiota quanto historicamente falsa”. Ele observa que o livro, talvez, “mais amplamente lido na Idade Média”, (De Consolatione Philosophiæ de Boécio), contém uma longa passagem sobre o “minúsculo canto” do universo ocupado pelo homem, um lugar que “dificilmente merece um nome, mesmo que seja infinitesimal”. (1960 [1945], The Idea of Nature, Oxford University Press: London, pp. 96–97).
5. Falso. Kepler era um neoplatônico e endossava o modelo
heliocêntrico por razões religiosas que favoreciam a idéia de que a luz divina estivesse no centro do universo.
6. Nenhum deles era ateu.
7. b.
8. Falso. Whitehead observa que os filósofos escolásticos não se satisfaziam até que pudessem oferecer provas rigorosas da existência de Deus e de outros elementos da doutrina da Igreja. Ao contrário, quando Hume mostrou que a teoria da indução não tinha fundamento na metafísica do seu tempo, ele foi amplamente ignorado e a fé generalizada na indução permaneceu incólume. “O clero era, em princípio, racionalista, enquanto os homens de ciência ficavam satisfeitos com a fé simples na ordem na natureza”. (ibid., p. 51).
Como você se saiu no teste? Um estudante de pós-graduação de uma prestigiosa universidade americana, formado em Ciências Sociais, errou 7 das oito questões.
O fato de que muitas pessoas “saibam” falsidades sobre a história da ciência e da religião não é uma prova da justeza de qualquer religião em particular, ou mesmo uma defesa da religião em geral. Meu ponto de vista é mais restrito: mesmo os não-crentes não se beneficiam por terem suas cabeças cheias de “histórias” fabricadas como apoios de uma ideologia particular. Para saber o que somos realmente, precisamos ter uma visão não distorcida do que fomos. Como diz Whitehead: “Todas as nossas idéias estarão equivocadas se pensarmos que nessas controvérsias a religião está sempre errada e a ciência sempre certa. Os fatos verdadeiros são mais complexos e se recusam a serem resumidos nesses termos tão simples”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário